Educar é preciso – Blog

Porta Pano de Prato!!!

 

 

 

 

 

Faixa etária: a partir de 06 anos

Número de participantes: 02

Finalidade: trabalhar raciocínio, atenção e as operações: adição e subtração.

Materiais: E.V.A. em várias cores (para fazer o quadrado e as fichas de números).

REGRAS DO JOGO:

  • O adulto escolhe as bases para formar o quadrado, depois pede à criança que coloque o círculo com o número que represente a soma dos quadradinhos da base;
  • Pode ser feito o inverso: colocar 02 ou 03 bases e o círculo com o número. A criança deverá escolher as bases que contemplarão o quadrado de modo que a soma das estrelas corresponda ao número do círculo;
  • Da mesma forma, pode-se brincar com a subtração, retirando a base do quadrado.

BOLA AO CESTO

Faixa etária: 5 a 6 anos

Finalidade: adição , contagem, anotação em placar, agrupamento

Material: 3 cestos ou baldes, 6 bolas (ex: 3 azuis e 3 vermelhas). Colocar a marcação dos pontos nos cestos (3, 4 e 5 pontos). Um componente de cada equipe Ficará responsável pela marcação dos pontos na tabela.

Número de jogadores: 6 crianças

REGRAS DO JOGO:

Dividir as turmas em 2 times, a uma distância de 1 metro dos cestos três crianças da mesma equipe arremessão, ao mesmo tempo as bolas aos cestos/baldes. O marcador deve junto com os colegas, somar os pontos feitos e marcar na tabela. BOLA FORA VALE 1 PONTO. Em seguida, a outra equipe faz o mesmo, até que todos participem. Após duas rodadas, ou a quantidade estipulada pelo mediador, as equipe devem contar os seus pontos. Para fazer os cálculos usaremos materiais concretos como palitos ou tampinhas, e marcarão na tabela o resultado total de todas as rodadas. Vence a equipe que fizer o maior número de pontos .

ESVAZIAR O SACO

Faixa etária: 4- 5 anos

Finalidade: Contagem, comparação, operação da subtração

Material: 6 saquinhos, tampinhas de garrafa e 1 ou 2 dados

Número de jogadores: 3 a 6 jogadores

REGRAS DO JOGO

  • Forme seis sacos com um número combinado de tampinhas em cada saco. Cada jogador lança o(s) dado (s) e vai retirando o número de tampinhas de acordo com o número sorteado no dado. Vence o jogo quem esvaziar o saco primeiro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Faixa etária: a partir de 07 anos

Número de participantes: de 04 a 05

Finalidade: ajudar a criança a associar o numeral à quantidade, a realizar cálculos mentais e a perceber que operações deferentes podem levar a um mesmo resultado.

Materiais: Placas de papel cartão com as operações (adição e subtração) e 45 cartões menores com números de 0 a 18.

REGRAS DO JOGO:

  •  Distribuir as cartelas maiores entre as crianças;
  • Arrumar os cartões menores no centro da mesa com a face para baixo;
  • Um jogador escolhe um dos cartões menores e lê em voz alta;
  • Os outros participantes devem procurar em sua cartela a operação que corresponde aquele resultado; O primeiro que encontrar, marca um ponto, colocando o cartão menor sobre a operação;
  • Vence aquele que completar a cartela maior primeiro.

Didatica De Matematica – Como dois dois

A Construçao Da Matemática

Coleção: CONTEÚDO E METODOLOGIA DE 1 A 4ª SÉRIE
Autor: TOLEDO, MAURO
Autor: TOLEDO, MARÍLIA
Editora: FDT
Assunto: Pedagogia
Sinopse:Este livro traz atividades que permitem despertar a intuição matemática que há em todas as pessoas e relacioná-la à teoria formal da matemática apresentada nos manuais tradicionais. Várias delas testadas em aula. Há também textos complementares para despertar a noção de desenvolvimento da ciência e apontar interpretações variadas da perspectiva matemática. Abordagem que evidencia a importância de os alunos procurarem respostas e de evitar monólogos longos, permitindo que haja a troca de impressões e experiências e o desenvolvimento das habilidades de comunicação, formulação de hipóteses e crítica

Os Jogos e o  Lúdico na Aprendizagem Escolar

Autor: PETTY, ANA LUCIA SICOLI
Autor: PASSOS, NORIMAR CHRISTE
Autor: MACEDO, LINO DE
Editora: ARTMED
Assunto: PEDAGOGIA
Sinopse: Há 14 anos, os integrantes do Laboratório de Psicopedagogia (LaPp), do Instituto de Psicologia da USP, estudam e fazem pesquisas com jogos, visando contribuir para o professor aprender a utilizá-los como um importante instrumento em seu dia-a-dia. Este segundo livro de Lino de Macedo, Ana Lúcia Sícoli Petty e Norimar Christe Passos é um novo recurso valioso para professores que trabalham com oficinas de jogos no ensino fundamental, com vistas a facilitar o desenvolvimento da leitura e da escrita de seus alunos. Além disso, o trabalho com jogos proposto neste livro permitirá criar e gerir situações de aprendizagem mais condizentes com a diversidade e a tornar realidade a tão necessária avaliação formativa, porque faz da observação e da regulação uma nova e melhor forma de se atribuir valor e promover as produções de cada criança. Trata-se de um subsídio ricamente ilustrado que, assim como o Aprender com jogos e situações-problema, título anterior, será de grande ajuda para a qualificação do cotidiano pedagógico.
%d blogueiros gostam disto: